Clique na imagem acima para mais informações! Votação até de 25 de fevereiro!

Entrevista #0

Olá pessoal!

Ano de 2011 chegando ao fim...e 2012 chegado com tudo no universo tribal(muitos eventos legais estão por vir *.*)!

Por isso, para começar o ano novo de cara nova decidi criar para o blog uma nova seção que será de entrevistas de bailarinas(tribais ou não). Artistas famosos ou não muitos conhecidos, mas todos potencialmente vislumbrantes na arte de dançar! Um espaco para divulgar o trabalho deles e, assim, vamos passar a conhecer novos horizontes na danca(em especial a do ventre)e aprendendo mais com suas experiencias.

Aguardem!!!!

;)

Destaque Tribal Dezembro 2011 pt3: Kami Liddle e Kae Montgomery


Lindo dueto entre Kami Lidlle e Kae Montgomery! Muita harmonia, sintonia entre as bailarinas e escolha de passos bem diversificados. Vale a pena conferir =)

Destaque Tribal Dezembro pt2 2011: Grupo Vlax


Coreografia muito bonita do grupo Vlax(RJ). Um visual delicado que se harmonizou muito bem com a figura das caveiras mexicanas do "Dia de los Muertos". Proposta muito bem executada!
>

Destaque Tribal Dezembro 2011: Gabriela Miranda


Encantadora apresentação da bailarina Gabriela Miranda, coreógrafa de Dark Fusion do DSA.
Simplesmente adorei assisti-la ao vivo! Muita graciosidade em sua dança.

"ATS"zando Brasil

Olá pessoal!

Muito tempo parada no blog. Voltando hoje para escrever um pouquinho.


Antes de começar a ler o post, gostaria de deixar bem claro que sou amante do ATS, não tenho conhecimento aprofundado nesta dança,mas gostaria de deixar aqui minhas impressões e gostaria que compartilhássemos e discutíssemos sobre o tema^^


Grupos de ATS no Brasil:
Mozuna(RJ), Ulan Daban(SP) e Pandora (SP)

A dança tribal ainda é recente no país, mas de uns três anos para cá ela vem tomando força e adquirindo muita técnica e beleza entre as adeptas desta arte. Eu fico muito feliz de ver o crescimento das bailarinas do nosso país,pois elas estão de cair o queixo mesmo!! Com padrões muito semelhantes as das bailarinas internacionais apesar da escassez e dificuldade que temos em adquirir conhecimento, comparando com bailarinas fora da América do Sul.

Ulan Daban(SP), direção Rebeca Piñeiro -
segundo grupo de ATS/ITS do Brasil

Pandora ATS(SP), direção Mariana Quadros
(certificada pelo FCBD- sister studio)
- terceiro grupo de ATS no Brasil

Porém, o que vem me chamando a atenção, principalmente esse ano, é a importância que as nossas tribais estão colocando no ATS. Não só pelo crescimento do estilo( mais grupos de ATS/ITS se formando), mas como um estudo mais aprofundado pelos principais grupos de tribal fusion do país. Digo isto pelos vídeos destes grupos que mostram nos mesmos a mensagem (subliminar? rsrs) da importância e necessidade em se fundamentar, enraizar a dança; visto não só os passos próprios ou modificados do ATS, mas toda a movimentação, formação de palco e os desenhos de grupo próprios do mesmo.



Cia Lunay(PB), direção Kilma Farias-
passos,formação de palco,movimentação
e desenhos de grupo fazendo alusão ao ATS


Grupo Vlax (RJ), direção Carol Schavarosk -
grupo de tribal fusion com movimentação e passos de ATS
bem intrínsecos na dança e estilo do grupo



DSA(Dancers South America) (SP)-
coreografia de Mariana Quadros,
tribal fuion muito bem calcado no ATS

Achei essa maior difusão do ATS bem interessante por parte desses grupos, pois para mim soou mesmo como uma mensagem;uma mensagem para nos voltarmos à importância da base da dança, de sua origem, fundamentando-a, aperfeiçoando e solidificando a técnica e, quando dançarmos em grupo, que o todo seja visualizado, que todos os membros deste grupo sejam importantes,pois no ATS, apesar de ter momentos em que um pequeno grupo se destaque, as outras continuam se movimentando, como se o "corpo" não morresse e sim continuasse a respirar. O ATS também traz mais força aos grupos de tribal fusion, pois a sincronia se torna quase tão perfeita, assim como uma célula de um corpo precisa ter tal sincronismo com as demais para que o todo trabalhe com eficácia e perfeição.

Cia Shaman(RN), direção Cibelle Souza
- Sincronismo no tribal fusion

Aquarius Tribal Fusion (PB),
direção Carol Constantino e Alexsandra Carvalho-
o tribal fusion com base no ATS,
movimentação dos membros como um todo

Eu acho que por isso o ATS remete tanto a ancestralidade e força das mulheres, pois seu funcionamento é tão belo como o mistério que há em nosso corpo. E as mulheres com certeza simbolizam todo esse mistério, com suas danças, canções, sua forma fraterna e guerreira de sua prole e de trazer a magia da vida em seus ventres.

Tribo Mozuna (RJ), direção Nadja El Balady e Aline Muhana -
grupo pionero no ATS no Brasil,
inovando e demosntrando a ancestralidade da força feminina


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...