Entrevista/Interview Ariellah

Clique na imagem abaixo para acessar a parte 1 ou a parte 2 da entrevista |
Click on the image below to access the Part 1 or Part 2 of the interview





>

Entrevista #14: Ariellah (PARTE 2)



 
Segunda parte da entrevista com Ariellah,bailarina conhecida por seu estilo dark fusion. Nesta segunda parte, Ariellah conta sobre seus projetos atuais e futuros,sobre sua opinião a respeito do estudo da dança do ventre e ATS®, e muito mais! Confira!!!
BLOG: O seu primeiro DVD instrucional, em 2007, foi o "Contemporary Belly Dance and Yoga Conditioning with Ariellah" , e em 2008, o "Fantasy Bellydance: Magic". Desta data até agora seu estilo sofreu muitas mudanças. Gostaria que comentasse sobre esse processo de mudança na sua dança. Como você se via naquela época e como você se vê atualmente com relação a sua própria dança? Você pretende lançar um novo DVD instrucional com sua técnica e estilo atual? E um DVD performático de dark fusion, você tem pretensão em desenvolver? | Your first instructional DVD was named "Contemporary Belly Dance and Yoga Conditioning with Ariellah" , in 2007, and, in 2008, "Fantasy Bellydance: Magic". Since then your style had suffered a lot of changes. Could you please tell us about it? How did you see yourself in that period and how do you see yourself related to your own dance style. Do you intend to launch a new instructional DVD about your new technic and actual dance style? What about a performatic dark fusion DVD? Have you ever think about developing it?

Desde o DVD instrucional, senti que cresci muito em termos de técnica. Meu estilo artístico já se expressava nesses dvd´s, porém acho que hoje entendo mais claramente e tenho muito mais experiência criando coreografias. Também acredito que minha técnica de dança cresceu com os ANOS com mais prática e treino. Tenho a intenção de começar a trabalhar em meu segundo dvd instrucional. Espero que no ano que vem! E seria um sonho criar outro DVD de Dark Fusion! Ou apenas de FUSION... Pensarei a respeito! HA!


Since the instructional DVD I feel I have grown by leaps and bounds in terms of technique…my artistic style was already coming through on these dvd’s but now I think I understand it more clearly and have much more experience in creating choreographies.  I also believe that my dance technique has grown with YEARS more practice and training.  I do intend to begin work on my second instructional.  Hopefully within the next year!  And it would be a dream to create another dark fusion DVD!  Or just FUSION dvd…I shall think about it! HA! 

BLOG: Em 2010, você e Fredérique realizaram o espetáculo Nosferatu, inspirado no filme de 1922.Há algum motivo em especial ou curiosidade na escolha do tema? Como foi desenvolver e adaptar o personagem na dança? Como foi compor o espetáculo juntamente com Lady Fred? Será que veremos Nosferatu pelas terras brasileiras? ;) | In 2010 you and Fredérique performed the presentation Nosferatu, inspired in the 1922 movie. Was there any special motivation or curiosity in the choice of this theme? How did you developed and adapted this character in a dance performance? How did you feel compounding with Lady Fred? I wonder if we will be able to watch the Nosferatu Performance in Brazil. ;)


Minha parceria com Frederique foi e ainda é um dos principais destaques de toda a minha carreira como bailarina. Frederique é um gênio da criatividade e o tema do Silent Sirens Theatre foi todo dela. Eu simplesmente concordei em fazê-lo em 2006! O projeto só ficou completo em 2010. Descobri que foi um grande desafio estudar e pesquisar um personagem tão completamente a ponto de se transformar nele. E ser capaz de integrar a dança acima de tudo isso de forma que não aparentasse algo esdrúxulo. Realmente foi um desafio, além de satisfatório. Agradeço todos os dias por ter sido tão bem aceito. Foi ótimo fazer um dueto com a Frederique e receber música dela para meus solos e ainda ter a liberdade de criar meus próprios solos e adaptação do personagem. Também foi muito satisfatório fazer nosso próprio show e ver nossa criatividade ganhar vida. Quanto a ir ao Brasil com este show, nós absolutamente ADORARÍAMOS! Estamos, atualmente, tentando fazer uma turnê internacional com o show e conseguimos estrear na Alemanha! Foi muito bem recebido pelo público!


My collaboration with Frederique was and still is one of the highlights of my entire dance career. Frederique is a creative genius and the theme for the Silent Siren’s Theatre project was entirely hers. I simply agreed to do it, way back in 2006!  It was only finally realized in 2010.  I found it to be a great challenge to study and research a character so completely so as to become them.   AND to be able to integrate dance on top of this and not make it look bad.  It was a definite challenge and was very satisfying. I am thankful, everyday, that it has been so well received.  It was great to be able to make a duet with Frederique collaboratively and to receive music from her for my solos, but have the freedom to create my own choreographies and adaptation of the character.  It has also been satisfying to run our own show and have our creative vision come to life.  As for coming to Brazil with this show, we would absolutely LOVE to!  We are currently trying to take it internationally on tour and have so far have debuted the show in Germany!  It was very well received! 

BLOG: O dark fusion é o nome atribuído ao estilo que você desenvolve, que mescla a cena gótica, mas não somente esta e sim o lado mais obscuro da dança com muita carga expressiva e emotiva.  Algumas pessoas tem dificuldades em entender este conceito, então, na sua opinião, quais as diferenças e semelhanças entre o gothic bellydance, gothic fusion e dark fusion? E por quê você teve necessidade em criar um novo conceito, o dark fusion, diferenciando-o dos outros? | Dark Fusion is the name of the dance style you have developed, mixing the gothic scene and darker side of the dance with a lot of expression and emotion. It´s hard for some people to understand this concept. In your opinion what are the differences and similarities between gothic bellydance, gothic fusion and dark fusion? Why did you feel you needed to create a new concept – the Dark Fusion – to contrats it from the others? 
Para começar, não sinto a menor necessidade de criar nada novo com um rótulo. Eu simplesmente performei e criei coreografias com o conhecimento que obtive de meus treinos e professores que permitiram que meu próprio ser se expressasse através das músicas e movimentos que escolhia.

Creio que o gothic belly dance e o dark fusion sejam a mesma coisa. Havia apenas um estigma que ocorria devido ao termos “gothic”, então, comecei a  referir a mim mesma como uma artista de dark fusion ao invés de gothic; mas qualquer um que tenha visto minhas performances poderia observar que minhas variações não se encontram APENAS na escuridão, mas também na luz e em tudo aquilo que está entre uma e outra. Desta forma, eu prefiro, de uma forma geral, “fusões”.

First of all, I did not feel any need to create anything new with a label. I simply performed and created choreographies with the knowledge I had from my training and teachers and allowed my own self to come through in my music choice and movement choice. 


I believe that gothic belly dance and dark fusion are one and the same.  There was simply a stigmatism that was happening with the word gothic, and so I began to refer to myself as a dark fusion artist instead…but anyone who saw my performances could see my range was not ONLY dark but also light and all that is between and so I generally prefer fusion artist…


BLOG: Como era a cena gótica ou dark na dança do ventre e no tribal fusion quando você começou e atualmente?Como é ver crescer o dark fusion nos diversos lugares do mundo que você tem contato através dos seus workshops? | How was the gothic or dark  scene in Belly Dance and tribal fusion belly dance when you began dancing and nowadays? How does it feel to see the dark fusion growing in different places of the world that you get in contact during your worldwide workshops?
Ao observar todos os gêneros que surgiram do ATS®, acredito numa melhora geral na qualidade técnica. Também vi outras bailarinas, que não são “góticas”, coreografando com mais emoção, riqueza, contando histórias através de sua performance e, para mim, tudo isso é uma transformação maravilhosa, que nos leva cada vez mais próximos do reino da arte.

Tudo isso é muito gratificante para mim como professor e artista… ver nossa expressão artística crescer, expandir, melhorar e fortalecer.

I believe, as with what I have seen across the board with all genres stemming from and after ATS®, a general increase in the technique quality. I also see other dancers whom are not “gothic” beautifully choreographing more emotional, rich, story-filled pieces and this to me is a wonderful transformation and brings us more and more into the arts realm. 

All of this is satisfying to me as a teacher and artist…seeing our art form grow, expand, get better and stronger.


BLOG: O quê você acha do trabalho feito pelas brasileiras no dark/gothic fusion | What do you think about the Brazilian work in dark/gothic fusion belly dancing?
O que observei na cena de fusão brasileira, nos últimos 2 anos, e me encantou, foi a escolha de movimentos e suas execuções, além das escolhas de músicas. Especialmente em 2012... Fique inspirada e maravilhada com as peças que assisti. Elas eram criativas e TECNICAMENTE excelentes!

From what I have seen of the Brazilian Fusion scene in the last 2 years, I am blown away by the choice of movements, the execution of movements and the musical choices. Most especially in 2012…I was inspired and blown away by the pieces I saw!  They were creative and TECHNICALLY very good!


BLOG: Qual a importância que você vê no ATS® para o dark fusion?  | What is, in your opinion, the matter of ATS® for Dark Fusion Belly Dancing?

Creio que o ATS® seja importante para todas as formas de fusão de dança do ventre e as bailarinas deveriam ter prática e compreensão dos fundamentos deste tipo de dança, já que  toda a fusão de danca do ventre é derivado deste estilo original.. Tornamo-nos muito mais hábeis, qualificadas e familiares com os movimentos de nossa dança se tivermos mais conhecimento e entendimento da origem dos movimentos. Então, não é necessário dançar  com todos os aspectos do ATS®, mas creio que seja importante SABER quais são esses movimentos em sua origem e como executá-los.

I believe that ATS® is important to all forms of fusion belly dance and dancers should have a background, foundational understanding of this dance form, as all fusion belly dance is a derivative of this original style.We become much more skilled, qualified and more intimately familiar with our dance movement if we have the knowledge and understanding of where the movements derived from. So it is not necessary to dance in an ATS® setting, but I do believe that it is important to KNOW what these original movements are and how to do them.

BLOG: Qual a importância que você vê do estudo da dança do ventre para a sua dança e de outras bailarinas de tribal fusion? | What is the matter of learning traditional/cabaret  belly dancing for your style and for other tribal fusion belly dancers?
Creio que a dança oriental ou tradicional do oriente médio foi benéfica para minha própria dança e pode ajudar na prática de outras bailarinas de dança do ventre moderna, principalmente, por sua fluidez e graça E, mais uma vez, como já mencionei anteriormente, para a compreensão das origens e movimentos originais desta dança e como ela parece fazer a pessoa se sentir. Tive uma idéia, há 3 anos atrás... uma epifania, durante um workshop com Kazafy, onde notei que todos os movimentos de ballet, que estudei no passado, foram incorporados em suas coreografias e, não só isso, mas seu estilo fluido e graça que foram acrescentados aos movimentos. Percebi, então, que eu estava cada vez mais longe de minhas raízes no ballet e de ser uma bailarina, mas me tornando uma máquina de pop and locking, sempre em pé e dura. Então, foi neste momento que pensei: se eu começar a ter aulas de dança oriental regularmente em minha própria cidade e, talvez, caso eu consiga, não apenas me empolgarei com o fato de aprender a forma original desta dança e seus movimentos, mas também poderei recuperar fluidez e graça. E acabou que meu palpite estava CERTO! Realmente ajudou a melhorar minha dança e me lembrar que eu era uma bailarina! Então, através da minha experiência pessoal, eu acredito que é muito importante compreender o estilo oriental também!


I believe that oriental or traditional middle eastern style dance has been beneficial in my own dance and can be beneficial in other modern belly dancer's practice is the fluidity and grace of this style AND once again, as I mentioned before, the understanding of the origins and original movements of this dance form and what that looks and feels like.  I had an idea about 3 years ago...an epiphany, if you will, during a workshop I was taking with Kazafy, where I was noticing all of the ballet movements from my past were incorporated into his choroegraphies, but not only that, but his fluid style and grace that was brought into the movement.  It made me realize that I was floating farther and farther away from my roots of ballet and being a dancer and becoming more and more a pop and locking machine, standing upright and stiff...so it was in this moment that I thought to myself, what if I begin to take lessons in orientale dance regularly in my own city back home and perhaps if I did, not only would I be excited to learn the original style of this dance form and its movements, but I was hopeful that I would bring some grace and fluidity back...and it turns out that my hunch was RIGHT!  It really did help better my dance and remind me that I was a dancer!  So, from my personal experience, I do believe it is important to understand orientale style as well!

BLOG: O quê você mais gosta no tribal fusion? | What do you most like about Tribal Fusion?
A liberdade de se auto expressar!
The freedom of self expression!

BLOG: O quê você acha que falta à comunidade tribal? | What do think is still missing in the Tribal Fusion Comunity?
Adoraria ver mais técnica e disciplina, porém vejo que emerge lenta, porém, acertivamente.
                                                                                                                                
I see it coming up slowly and surely but would love to see more adherence to technique and discipline.


BLOG: Como você descreveria seu estilo? | How would you describe your style?
Fusão. Uma mistura de ballet, dança do ventre, teatro, emoção e arte.

Fusion Dance. A mixture of ballet, belly dance, theatre, emotion and art.

BLOG: Como você se expressa na dança? | How do you express yourself in dance?
Sou verdadeira com o que sinto e tento ser honesta com o que estou representando. Em ambas as formas: artística e técnica. Permito que a música me mova ao infinito. Sou APAIXONADA por música e ela evoca sentimentos dentro de mim. Eu partilho a mim mesma e minha vida através da dança. 

I am true to what I am feeling…and try to be honest in what I am portraying.  Both through the art and the technique.  I allow the music to move me to no end. I am IN LOVE with the music and it invokes a feeling inside of me.  I share myself and my life through my dance.

BLOG: Quais seus projetos para 2013? E mais futuramente? | What are your projects for 2013 and forward?
 
Continuo meu trabalho com o Silent Sirens Theatre e com a Deshret Dance Company. Também estou extremamente feliz por oferecer meu primeiro curso intensivo de uma semana na Europa!

I am continuing my work with Silent Siren’s Theatre and Deshret Dance Company and am incredibly pleased to offer my very first weeklong intensive retreat program in Europe!

BLOG: Improvisar ou coreografar?E por quê? | To improvise or to coreograph? And Why?

Creio que seja importante ter habilidades para fazer ambos. Improvisar significa que podemos ver seu verdadeiro eu e arte em movimento de forma expressa. Já a coreografia nos mostra uma forma refinada e polida de seu improviso!

I do believe it is important to have the skill to do both.  To improvise means we can see your true self, your true art, in motion, in the moment.  Your choreography shows us a very refined and polished rendition of your improv!

BLOG: Você trabalha somente com dança? | Do you only work with dancing?
De forma geral, apenas danço, embora também escreva poesias.
Mostly I only dance, however I do write poetry as well.

BLOG: Deixe um recado para os leitores do blog. | Please, leave a message for the blog reader.

“Seja Você Mesmo.Todos os outros já foram escolhidos.” - Oscar Wilde
“Be Yourself.  Everyone else is already taken.” - Oscar Wilde


Tradução | Translation: Erica Carneiro




Destaque Tribal Março 2013: Driih Najlah



Driih Najlah arrasou na coreografiia acima! Movimentos de prender atenção do início ao fim! Ótima escolha de movimentos truncados e quebrados de quadril, cambret,queda turca e movimentos ondulatórios de barriga.

Várzea Paulista - SP

Professor(a): Gilmara Cruz


Gilmara (011) 9510 48706

Aulas em Jundiaí-SP e Região





Professor(a): Melissa Souza


>

Vinhedo - SP

Professor(a): Beth Fallahi







Horarios:
 (sempre aulas individuais)
 Segunda a sábado dàs 7:00 as 21:00hs

Local: 
Rua Fernando Costa. 144 centro. Cidade de Vinhedo - SP
Tel: 19.996411851

Blogs:
 atelierbethfallahiblogspot.com.br
-fusiondancetribalbrasil.blogspot.com.br
>

Sorocaba - SP

Professor(a): Crys Eda 

>

Santos - SP


Professor(a): Dayeah Khalil 


>

São Paulo - SP


Professor(a):Carla Brasil 








Professor(a): Dany Anjos



Escola Campo das Tribos




Espaço Romany






Professor(a): Fairuza 

ESTÚDIO DE DANÇA DO VENTRE E FUSÕES 

 DANÇA DO VENTRE, FOLCLÓRICAS, TRIBAL FUSION E ATS®


Grade de Aulas:

ATS® módulo 2
Segunda- feira 
(17:00h |  20:30h)
Terça feira
(14:00h)

 Tribal Fusion | nível básico 
Terça feira 
(19:00h)
Quarta-feira
(18:00h)

ATS® módulo 1
Quarta-feira
(20:00h )

 Tribal Fusion | nível avançado  
Sábado
(11:30h)

Observação:
Opções de horários para aula  em grupo e particular de tribal fusion e ATS®


Endereço: Rua das Orquídeas, nº577 - Praça da Árvore - SP
Contato:
(11) 991633068 (claro) / 983100042 (tim)
 E-mail: 
faidanca@uol.com.br


Professor(a)s:Gabriela Miranda & Yoli Mendez










Professor:Guigo Alves




 Professor(a): Joline Andrade



Professor(a): Karina Flores




Professor(a): Kelly Oriana




|Site| Facebook | Fan Page | Youtube|



Professor(a): Lilian Kawatoko










Professor: Lukas Oliver




Professor(a): Mari Garavelo



Local: 
Ana Claudia Borges Estúdio de Danças 
Av Francisco de Paula Vicente de Azevedo, 298, Pq Continental - SP

Contato:
 mariana.garavelo@gmail.com



Professor(a): Mariana Maia






Professor(a): Mariana Quadros



Professor(a): Marília Lins


Dança do Ventre Tribal, Tribal Fusion, Dança Kundalini Shakti, Yoga Dança do Ventre e  Tribal para Gestantes

Local:
Espaço Imadamah
Avenida Sumaré, 2054, São Paulo - SP

Contato:
Tel/Cel:




Professor(a): Nar




Professores: Nomadic Tribal



Professor(a):Paula Braz




Professor: Pedro Françolin



Professor: Raphael Lopes



Professor(a): Rebeca Piñeiro



Professor(a): Renata Camargo







 



Professor(a): Samra Hanan



Professores: Shaman Tribal Studio





LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...