Flamenco, das origens à fusão por Karina Leiro



Flamenco, das origens à fusão
Karina Leiro, Recife -PE, Brasil
Sobre a coluna:
O Flamenco é um dos pilares do tribal, sendo, ele mesmo, uma manifestação multicultural e híbrida desde as suas origens, tendo, portanto, desde os seus primórdios, características atribuídas às manifestações artístico-culturais da contemporaneidade. Percebo que o tribal fusion está para as danças ditas “étnicas” (Flamenco, dança do ventre, dança indiana) assim como a dança contemporânea está para as modalidades das quais se utiliza como base (ballet clássico, moderno, jazz, etc). Ou seja, utilizando-se das movimentações dessas danças, vai desconstruindo e criando sua própria linguagem, linguagem essa, que, embora contenha elementos das danças tradicionais ou das modalidades com técnicas mais cristalizadas, já não é mais literalmente aquilo nem uma simples mistura das danças que tomou como base, mas algo que se transformou, hibridizou, fundiu e que está em constante deslizamento, sem se fechar enquanto técnica pronta e acabada.

Nesta coluna pretendo contribuir trazendo informaçoes sobre a dança flamenca tradicional, suas origens, história, estilos musicais, as modificações que a mesma vem sofrendo ao longo do tempo e abordar a questão da fusão, trazendo um pouco da minha experiência como bailarina e coreógrafa, primeiro (e ainda hoje) com o flamenco tradicional e depois com as possibilidades que o estudo do tribal me abriu de dialogar e fundir com outras linguagens.

Sobre a autora:


Karina Leiro - Foi aluna e posteriormente bailarina e professora da EDACE, Escola de Dança Arte e Cultura Espanhola e integrante do Mar Esmeralda Cia de Dança (ambos no centro Espanhol de Salvador, Bahia), desde 1990 até o ano de 2006 quando foi convidada para dançar fora do Brasil. Foi bailarina de flamenco no Palácio de Almanzor em Fátima, Portugal. Foi bailarina do grupo Hijas del Flamenco em Lisboa, tendo participado de vários eventos e espetáculos entre os quais o "Mescla – Da Origem a Fusão" no café teatro EDSAE em Lisboa. Integrou também o grupo El Camino do guitarrista Xavier LLonch com quem se apresentou em vários espetáculos, entre eles a mostra de dança do Festival do Sudoeste em Portugal (2007). Estudou dança flamenca na Flamenco Ados, escola de Isabel Bayón e Ángel Atienza em Sevilha. Foi bailarina convidada da turnê de lançamento do CD Mediterraneo Profumo Latino do tenor italiano Giovanni D'Amore e paricipou do Fusion Dances, grupo de fusão de salsa, flamenco e dança do ventre. Foi professora da Escola 1001 Danças no Ateneu comercial de Lisboa tendo ministrado workshops e aulas diversas, inclusive no Andanças, Festival Nacional de Dança em São Pedro do Sul, Portugal. Em 2008, já de volta ao Brasil, em parceria com o guitarrista Eduardo Bertussi, fundou o grupo Aires em Salvador, Bahia, tendo participado com o mesmo e também como solista em diversos eventos e espetáculos. Foi professora de flamenco no curso de extensão da Universidade Federal da Bahia em 2008 e 2009.  

Em 2009 iniciou o estudo da Fusão Tribal com Bela Saffe na casa Kairós em Salvador, tendo estudado também com Kilma Farias e Ale Carvalho, além de ter feito workshops com diversos profissionais de tribal entre eles Sharon Kihara, Carolena Nericcio, Kami Liddle, Lady Fred, Jill Parker, Ariellah, Morgana e Rachel Brice, além vários profissionais do Brasil. Atualmente reside em Recife, foi bailarina de tribal do ATF - Aquarius Tribal Fusion. Atualmente é bailarina, professora e coreógrafa de flamenco do Instituto Cervantes Recife, professora de dança flamenca do Ballet Gonzalez, proprietária do Studio Karina Leiro, ministrando aulas e promovendo cursos de flamenco com profissionais nacionais e internacionais. É diretora e bailarina de tribal fusion da Cia Lunay Pernambuco, sob a direção geral de Kilma Farias. É diretora da Cia Karina Leiro de dança Flamenca. Atua como bailarina e ministra workshops de flamenco tradicional e fusão em várias cidades do Brasil e do exterior. É também bailarina e coreógrafa da Cia DSA (Dancers South America) em São Paulo, dirigida por Adriana Bele Fusco
.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...