Shabbanna Dark (DF) - Resenhando

Coordenação Região Centro-Oeste:

Sempre  curiosa  e  deslumbrada  por  danças  folclóricas,  Shabbanna  tinha  fascínio  por pés descalços e dança cigana. Teve seu primeiro contato com a dança do ventre ainda criança. 

Com  facilidade  em  diversas  áreas  artísticas  e  a  oportunidade  de  estudar  dança  do  ventre, iniciou  seus  estudos  em  2000  com  Rosilene  Santos,  em  Taguatinga,  no  Distrito  Federal.  Apaixonada pela dança e cultura árabe, adquiriu mais conhecimentos e habilidades através de pesquisas,  descobrindo  o  Tribal  em  2006,  mas  inicialmente,  estudou  como  autodidata  o trabalho de diversas bailarinas e deu início aos seus trabalhos com o Tribal Fusion em 2008.

Estudou  teatro  em  Brasília e é  graduanda  no  curso  de  licenciatura  Plena  em  Artes 

Cênicas pela Faculdade Dulcina de Moraes, se dedicando ao aprimoramento de sua didática e metodologia no ensino da dança. 


Já adotou  também  o  Swásthya  Yoga  para  favorecer  sua  dança e  estudou  as  bases  do  Ballet Clássico com a professora Giselle Castro (Ballet Brasil) , Dança-Teatro, Corpo e movimento com a  bailarina  Lívia  Bennet  –  (Basirah  Dança  Contemporânea  DF),  estudou  dança  negra contemporânea com o diretor e dançarino Júlio César, no Centro de dança de Brasília  –  Athos Bulcão.

Busca inspiração também na Dança Butô Japonesa, no teatro-dança de Pina Bausch, na 

metodologia  de  Klauss ,  Angel  Vianna Rudolf  Van  Laban  e,  atualmente,  ministra  aulas  de tribal fusion e dança do ventre no Instituto Andréia Paula – Gama.

Sua formação na área inclui estudo com Paula Braz, diretora, coreógrafa e bailarina da 

Cia Xamã Tribal ( SP), Nanda Najla (MG) ,Kilma Farias (PB) bailarina e diretora da Companhia Lunay, Renata Violanti ( RJ),  Karine Xavier -(RJ), Carol Schavarosk (RJ), Rhada Naschpitz (RJ) e  workshops  de  técnicas  avançadas  de  Tribal  Fusion  com  o  maior  nome  do  Tribal  Gótico  e teatral, Ariellah Aflalo (USA). 

Também já fez parte do grupo de bailarinas do renomado e temático Espaço Cultural

Taberna  Mittelalter;  dançou  em  casas  de  shows,  bares  e  restaurantes  como  Blues  Pub, América Rock Club e Stadt Bier. Fazendo parte da cena gótica underground de Brasília, integra também  alguns  grupos  de  eventos  e  produções  onde  faz  shows  e  performances,  adotando também como estética a vertente do Tribal Dark Fusion. O Dark Arts.



Em 2011, Participou em Brasília de eventos de grande repercussão na mídia e público 

como o dia mundial do Rock criado a partir do Festival Live –  Aid (Londres) e JFK ( Philadelphia –  USA)  onde  foi  criado  o  festival  para  levantar  recursos  financeiros  para  vítimas  da  Etiópia. Seguindo a Tradição o Centro Cultural Ferrock realiza no DF o mesmo festival anual no qual a dançarina foi incluída.

Entre outros trabalhos artísticos trabalhou com Teatro Infantil no projeto ‘’Fábrica de 

Sorrisos do Papai Noel’’ Caixa Cultural de dezembro de 2010 a Janeiro de 2011.


Em 2012 teve seus trabalhos registrados com partipação em eventos underground, por 

Lasciva Nociva; Kell Kill Mendonça Produções,  entre eles o renomado festival Mundial World 


Goth Day Edição Brasil. http://www.worldgothday.com/events.html



Clique no link desejado do menu acima para acessar os posts

Siga esta coluna no Pinterest:

Siga o painel Região Centro - Oeste - Resenhando de Aerith no Pinterest.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...