Bailares

Por Naiara Moura
Estudante de jornalismo
Autora do blog ruamundo.blogspot.com
Admiradora das danças orientais e fusões.


BAILARES
Festival de dança
De 16 a 27 de outubro de 2014.



Dança para os olhos, para os ouvidos e para o corpo. Este é um pequeno resumo da segunda edição do festival Bailares realizado em Feira de Santana (BA), entre os dias 17 e 26 de outubro. Além de podermos assistir artistas de reconhecimento nacional, ainda tivemos o benefício de participar de oficinas gratuitas com artistas, grandiosos em sua humildade. 

O Bailares Show foi um momento de deleite para os olhos e para a alma. Vi pessoas queridas (como Mel, Gilmara e as Mandhalas) e pessoas que admiro imensamente (como Kilma, Janah Lucas e Caique). Vi e senti todas essas pessoas através da sua dança. Eu, particularmente, sai de lá mexida com a Oxum apresentada pela paraibana (mas que poderia ser baiana, sem dúvida) Kilma Farias. Assistir as apresentações solo das meninas da Trupe Mandhala também foi um momento de total novidade - e novidade das boas. (espero vê-las novamente). Na Mostra de Dança, pude ver apresentações de duas ex-alunas e me senti muito orgulhosa de ter sido parte daquilo (de algum modo). 

As oficinas do Bailares nos deixaram com um gostinho de "quero-sempre", porque vamos combinar - não é todo dia que temos professores do Rio, de São Paulo, da Paraíba ou mesmo da quase vizinha Salvador na nossa princesa do sertão. Durante o Bailares, descobri o flamenco árabe. E olé! Dá vontade de participar de tudo, essa é a grande verdade do Bailares.

Infelizmente, não deu pra participar de tudo (não pude comparecer às palestras de Gil e Mel), mas, no que participei, posso dizer: Bailares é tudo de bom. Só nos resta aguardar pelo próximo.

E que venha o próximo! LILILILILILILI


Trupe Mandhala e Caique Melo

Mel Breviliere
 
Gilmara Cruz

Katson Freitas

Allegro Academia 



Nessi ZouKizomba e Carlos Pimenta

Viviane Macedo ( Trupe Mandhala)

Andrea Farias (Trupe Mandhala)

Mary Braga Figuerêdo (Trupe Mandhala)


The Fabolous



Carlos Cabral e Loa Williams

Antonia Lyara ( Trupe Mandhala)

Kilma Farias


Caique Melo
Marcos Cerqueira e Elisama Almeida
Mitsuyana Matsuno
Lukas Oliver

Janah Ferreira
Trupe Mandhala
 

Notícia Tribal: BD Factor - Etapa Natal - RN




O primeiro programa do BD Factor, realizado no dia 08 de novembro em Natal (RN), já está disponível no canal do Youtube do reality show. A realização deste conta com a organização das idealizadoras Melinda James e Luciana Midlej, em conjunto com a organizadora regional Nuriel el Nur.   Neste episódio contamos com a participação  como juradas das bailarinas tribais Kilma Farias (PB) e Cibelle Souza (RN; além da participação de nomes ilustres da dança do ventre do Nordeste e da presença internacional de Raqia Hassan.

NomaDICAS!

por Valdi Lima | Nomadic Tribal


Dezembro chegou, com todas as suas delicias e expectativas!!! 

É um mês que traz uma magia especial, uma época em que aproveitamos para refletir, agradecer, confraternizar e presentear. E é nessa vibe presenteira que o Nomadic escolheu esse mês para trazer algumas dicas sobre figurino e "arrumação" em geral. 

Nesse texto não vamos falar sobre figurino no contexto raiz do assunto; não vamos falar sobre influência ou origem dos acessórios e vestimentas, mesmo porque se a escolha fosse essa, a melhor pessoa para escrever sobre o assunto seria a Lilian Kawatoko, designer de moda e proprietária da Loja Khalidah. Hoje vamos falar de figurino no sentido dicas e truques!


Dica #1: Cabelos e penteados

No ATS®, vários estilos de "cabelo" são permitidos, porem os queridinhos e mais utilizados são "todo puxado para trás" (estilo balé) ou "franjão bem ajeitado e de lado". Sim, outros são utilizados, como por exemplo partido ao meio, que Carolena Nericcio usa bastante desse modelo. 

Nessa foto temos as integrantes do FCBD® usando penteados diferentes! 

Kristine Adams muitas vezes faz uso de topete! E você sabe fazer um Power topete??? O melhor produto para um topete perfeito e volumoso são os modeladores em pó ou pomadas em pó como também são conhecidas. A alemã Schwarzkopf tem uma linha ótima, que pode ser encontrada em boas perfumarias, lojas de importados ou no Mercado Livre. 

Fonte: Google Imagens

O segredo é não usar muito do produto, do contrário, o cabelo fica tão duro que nenhum pente do mundo tem o dom de entrar! Salpique um pouco nas mãos como se fosse um salzinho mesmo, bata uma mão na outra para espalhar o produto, enfie os dedos entre os cabelos e amasse, depois modele o topete fazendo volume e dando o formato desejado. Finalize com um spray de jato seco (não use um spray comum, vai molhar os fios, fazendo-os pesar e murchar o topete). Essas pomadas em pó são usadas em pouquíssima quantidade, portanto vale o investimento, pois elas duram uma eternidade, parece não acabar nunca, mesmo quando você compartilha com as coleguinhas do grupo. 

IMPORTANTE: ao usar spray de cabelo, proteja joias e bijuterias! O spray interfere no brilho da peça, podendo danifica-la irremediavelmente. O ideal é finalizar cabelo e maquiagem e por ultimo colocar seus acessórios. 

Nomadic usa figurino inspirado nas guerreiras de Valhalla (Khalidah Lojas) e topetes encorpados com Got2b POWDER'ful da marca Schwarzkopf
 
Dica #2: Make up!

O ATS® é uma dança rica em vocabulário próprio e regras que devem ser respeitadas e seguidas para sua fluidez e entrosamento entre as bailarinas, mesmo quando as mesmas não se conhecem nem nunca dançaram juntas. Referente maquiagem, o ATS® também tem suas regras, que podemos conferir no DVD "Tribal Basics Vol.2 Make up and Costume". 

Brilho sempre é bem-vindo, desde que não seja na pele do rosto! Quem tem pele oleosa, alem de usar produtos específicos para seu tipo de pele também pode fazer uso de lenços removedores de oleosidade, também conhecidos como lenço matificante ou lenço anti-brilho, que são umas folhas de papel delicado que absorvem a oleosidade e são perfeitos para quem tem pele oleosa. Basta encostar um lencinho no rosto, pressionando delicadamente, ele absorve a oleosidade sem interferir na sua maquiagem, perfeito para a Zona T (testa, nariz e queixo). Uma caixa de lencinhos custa entre 5 e 20 reais, dependendo da marca, podendo custar muito mais se o produto for importado. Uma dica super econômica é ir ate a papelaria e comprar uma folha de papel de seda, que custa menos do que 1 real, cortar em retângulos (use seu cartão de credito como molde!) e você terá cerca de 100 unidades de lencinhos anti-brilho!

Faça uso de produtos fixadores de maquiagem, que podem ser encontrados em versão água para borrifar ou spray. Depois da make pronta, feche os olhos e borrife uma bruma suave sobre o rosto, ajuda a fixar a maquiagem, a resistir melhor ao calor e ao suor,além de proporcionar uma durabilidade muito maior para sua make!  

Produção e foto: Valdi Lima
Utilize sempre produtos de qualidade, existem ótimos produtos nacionais e importados a nossa disposição, escolha conforme seu poder aquisitivo. Nossa pele é sensível e portanto devemos ter cuidado ao escolher uma boa maquiagem. Produto vencido ou de origem duvidosa são muito prejudiciais a sua pele e a sua saúde!
 
Dica #3: Glitter!

Ainda falando de brilho, mas um brilho bem-vindo! Glitter na make dos olhos é algo que proporciona um super efeito no palco! Existem produtos específicos para fixá-los, como por exemplo o Glitter Glue da marca Too Faced.  Faço uso dele e recomendo, porém não é muito fácil de achar. Uma dica acessível é utilizar qualquer gloss labial (clarinho ou incolor) que você já tenha, e vale ate uma manteiga de cacau liquida. Faça a make dos olhos, passe o gloss no indicador e aplique na pálpebra com batidinhas leves (não esfregue!), em seguida aplique o glitter com pincel ou mesmo com o dedo, ele vai "colar" no gloss e faz com que ele apareça na sua maquiagem muito mais do que se estivesse sem o fixador, que no caso, é o gloss! 



Produção e foto: Valdi Lima
 
Produção e foto: Valdi Lima

Use a dica do gloss para fixar Glitter vermelho nos lábios, garante um efeito poderoso no palco! Aplique o batom e em seguida aplique o gloss, tire o excesso beijando um papel (retirar o excesso de gloss é importante para não ficar uma camada muito grossa de glitter), aplique o glitter sobre o gloss com os dedos, dando leves batidinhas.

 IMPORTANTE: nos olhos ou nos lábios, não “esfregue” o glitter para aplicar, apenas dê leves batidinhas com os dedos, ele adere/fixa fácil!


Dica #4: Bindi

Bindi para mim é algo tão presente no figurino que uma das raras vezes que me esqueci de coloca-lo me senti nua. Também não é raro perder um bindi por conta do suor. Uma dica é colar o bindi com cola de cílios, e a minha preferida é a da marca Duo. Aplique a cola no bindi e o pulo do gato é esperar cerca de quarenta segundos antes de aplicar o bindi em você, nesses quarenta segundos a cola vira uma melequinha mais borrachuda e quando você aplicar o bindi ele não vai escorregar na pele, segure-o delicadamente por um minuto (ou mais, depende do tamanho do bindi). É importante também não "apertar" o bindi contra você, pois a cola vaza pelas bordas dele e vai te dar trabalho para limpar as bordas com um cotonete. Use a cola de cílios também nos bindis de cartela que já vem com cola própria, a cola de cílios resiste melhor ao suor. Após o uso, limpe o verso do bindi, se necessário use um cotonete embebido em demaquilante, seque e guarde para uma próxima vez. A mesma dica de conservação vale para cílios postiços: após o uso, limpe-os delicadamente com demaquilante especifico para a área dos olhos, seque-os e guarde na caixinha própria que veio do fabricante. Eles não são descartáveis e duram muito, se bem cuidados.

 IMPORTANTISSIMO: JAMAIS USE COLA COMUM (DE ESCOLA) NA SUA PELE! 

Foto: Google Imagens


Tem algum brinco levinho com pedra central? Tem um alicate de biju? Parabéns! Você tem um bindi novo! Basta desconectar o anzol/gancho do brinco e cortar a aresta/argolinha com o alicate, se necessário faça uso de uma lixa grossa de unhas para suavizar arestas. Use a cola de cílios e pronto, bindi novo!  
 
Produção e foto: Valdi Lima


Dica #5: Harmonia

Lembrem-se sempre de harmozinar as cores, tanto da maquiagem como do figurino. Escolha uma gama de cores que harmonizem entre si!  

Montar um figurino não significa que você vai vestir todas as peças que tem e todos os acessórios que achar pela frente. É preciso existir uma conexão entre as peças escolhidas, é preciso atentar aos tons que você escolheu, para que o conjunto fique agradável aos olhos e faça você se sentir confortável e confiante.


Dica #6: Snujs

Por ultimo vou deixar uma dica sobre os nossos companheiros indispensáveis no ATS®: os snujs! Dedique aos seus snujs o mesmo cuidado dispensado a voce, cuide da sua aparência e brilho, trate-o com carinho!

Os snujs são fundamentais no ATS®, tanto para marcar o ritmo dos passos como para servir de adorno compondo figurino quando se trata de uma musica lenta. Lembre-se que na maioria do tempo no palco você estará com cotovelos elevados na linha dos ombros, ou seja, seus snujs aparecem nas fotos tanto quanto seu rosto, já tinha pensado nisso? Prefira elásticos de cor preta, os brancos sujam e encardem muito rápido. Atente para a limpeza e o brilho dos seus snujs! Você pode limpar seus snujs com catchup, essa dica eu dei no meu Instagram em Junho desse ano e vou repetir aqui para quem não viu: 

1) Use cerca de cinco gotinhas em cada peça e espalhe, como na foto.
2) Deixe agir por cerca de 15 minutos.
3) Enxague apenas com água corrente e seque com uma toalhinha macia.
4) Finalize dando brilho com uma flanela. 

Pronto!!! Seus snujs ficarão como novos! 

IMPORTANTE: faça um teste na parte de dentro de apenas um dos seus snujs, aplique o catchup em uma pequena área e faça todo o procedimento. Se gostar do resultado, limpe as peças completamente! 

Na foto de baixo, à esquerda, você pode comparar as duas peças: uma limpa e a outra não; e na foto da direita, podemos ver um snuj limpo em destaque. As fotos estão sem filtro para mostrar o resultado com fidelidade.


O texto já ficou muito longo e as dicas não acabaram! Podemos voltar em outra oportunidade para falar mais do assunto, se for do interesse dos leitores!

Desejamos a todos um ótimo final de ano e que 2015 seja um ano repleto de realizações! Que a liberdade de espírito esteja presente na sua vida e a alegria no seu coração! Lililililililili


Créditos:
- Ideias, Dicas e Texto: Valdi Lima**
- Sugestão de tema: Raquel Coelho
-Sugestao de titulo: Carla Bazarian (“NomaDICAS” refere-se a Dicas dadas pelas integrantes Nomadic Tribal)   

**Valdi Lima é Sister Studio FCBD® formada na Califórnia, Comissária de Voo Internacional e apaixonada por cosméticos!



Nrtyagram - Uma paixão pela dança

por Raphael Lopes

Olá, queridos leitores.

Hoje trago uma publicação da revista India Perspectives (vol. 24 2010), traduzida por mim, contando a mágica história da bailarina Protima Bed e sua ecovila dedicado às danças clássicas indianas.



Rodeada pelos bosques verdejantes de Hessargeta, Nrityagram, uma aldeia de dança, trinta milhas longe da cidade de Bangalore, tem um recinto de dez acres e é um paraíso onde dançarinos, músicos, escritores e atores amiúde se reúnem para criar uma sinergia de suas energias criativas, inspirados pela natureza ao seu redor.

Esse projeto foi concebido pela já falecida bailarina Protima Bedi e foi um sonho pouco comum para uma pessoa que foi criada na mais alta sociedade e sob os holofotes do mundo do cinema de Bollywood em Bombaim.

A sua vida foi transformada um dia quando ela foi a um auditório para buscar uma amiga e ficou encantada com a magia do também falecido Guru Kelucharan Mohapatra, dançando Odissi. Não se via a imagem de um bailarino calvo com dentes castanhos, tudo o que ela via era êxtase, a paixão e a graça da dança. Nesse momento ela decidiu que tinha que aprender essa arte, seja como for. Nos bastidores depois do espetáculo, ela abordou o mestre: "Guruji, por favor ensina-me essa dança!"

Olhando para a moça vestida com calças e com o cabelo atado num rabo-de-cavalo o mestre casualmente estabeleceu uma condição: "Se amanhã você estiver vestida tradicionalmente à minha espera na porta de minha casa, então eu vou considerar o seu pedido..."

Acreditando que tinha se livrado daquela "ocidentalizada", Kelucharan se surpreendeu quando na manhã seguinte encontrou Protima sentada nas escadas de sua casa "com a paciência de um monumento", usando um saree e um bindi.

Foi impossível negar tamanha insistência e ele então convidou Protima que se junta-se aos demais alunos, ainda acreditando que seu interesse fosse desaparecer. Mas Protima persistiu e mais tarde ela recebeu a necessária atenção individual para aperfeiçoar sua dança, até ela se transformar numa bailarina conceituada e muito conhecida.

A idéia de criar uma aldeia de dança à maneira da Kalakshetra de Rukmini Devi (que coincidentemente começou a aprender o Bharata Natyam também com 30 anos) longe dos sons e das distrações da cidade tornou-se uma obsessão de Protima alguns anos mais tarde. Persistiu teimosamente até o então chefe do Governo provincial, Ramakrishna Hedge, ceder um terreno que seria usado para produção cinematográfica. "Acho que o ministro ficou tão farto de me ver em todo lado que ia que percebeu que a melhor maneira de se livrar de minha presença era dar-me o terreno rs!", disse Protima.

Se ele não fosse um ministro liberal e inteligente, Nrityagram talvez não teria surgido. Em seguida foram necessários meses de trabalho com o arquiteto Gerard de Cunha para encontrar o financiamento, desenhar e criar pequenas casas para alojamento e um espaço para aulas. Durante muito tempo Protima morou numa modesta tenda que vivia rodeada de serpentes e escorpiões. Á noite, tinha que usar uma lamparina para ir à casa de banho longínqua. Mas ela não desistiu.

Finalmente, foi um momento de grande orgulho em 1990 quando o Nrityagram foi inaugurado no dia 11 de Maio pelo então primeiro ministro V.P. Singh.

Surupa Sen, a principal aluna de Protima, partilhou os seus sonhos e as suas aspirações. Quando Protima veio a falecer inesperadamente num trágico desmoronamento nas montanhas em 1998, Surupa assumiu o seu lugar à cabeça de Nrityagram. Surupa trabalhou com uma outra aluna, Bijayni Satpathy, que era inicialmente aluna de Gangadhar Pradhan. A mente criativa de Surupa e os seus conceitos coreográficos combinados com o talento de Bijayni e de todo o grupo, asseguraram Nrityagram como uma potência no mundo do Odissi.

A escola de Odissi é cada vez mais aclamada e o grupo dos alunos formados pelo Nrityagram já ganhou os melhores louvores. É espantoso ver o número de horas durante as quais esse grupo treina. Com Yoga, Meditação, Artes Marciais, sânscrito, mitologia e literatura, os alunos obtem uma aprendizagem integrada. Artistas de várias disciplinas e coreógrafos diversos visitam o vilarejo, tornando-o um raro ambiente artístico, realçando a interação entre as diferentes artes. Todos os espetáculos refletem cuidadosamente essa excelência.

Os bailarinos também trabalham na horta e cultivo, e isso confere uma qualidade muito especial ao seu treinamento. Kelucharan dizia que o cultivo e a plantação despertam e refinam a sensibilidade artística.

Durante o festival anual VasantaHabba, o espaço chega a receber 40.000 expectadores no auditório ao ar livre para verem os números de música e dança clássicas.

Em 1996 o grupo estreeou sua carreira internacional em Nova Yorque, levando seu espetáculo a diversos palcos. Infelizmente Protima não pode se ausentar de Nrityagram
e faleceu antes de ver a carreira sempre ascendente de seu grupo. Hoje em dia o grupo de Nrityagram já se apresentou nos EUA, no oriente médio e em toda a Europa.

Graças ao financiamento que recebeu do Projeto Nacional de Dança da Fundação das Artes da Nova Inglaterra, e mais recentemente do Teatro Joyce o grupo pode aliar ao renomado estilo tradicional do Guru Kelucharan um maior liberalismo, incluindo elementos contemporâneos em alguns trabalhos. A formação rigorosa que os bailarinos recebem permite uma dança tecnicamente perfeita ao mesmo tempo que graciosa na sua dimensão dramática.

A primeira produção foi o espetáculo "Sri - à procura da Deusa" estreado em 2001. Em seguida o espetáculo "Ansh" inovou a maneira de conceber o formato tradicional do repertório, e em seguida o espetáculo "Espaço Sagrado" homenageou a arquitetura dos templos hindus, sendo premiado em 2005.

Estreou em 2008 o espetáculo "Protima", feito sob encomenda onde a história da fundadora e sua relação com a dança foi abordada, e os críticos o elegeram como um dos melhores espetáculos de dança já produzidos.

Atualmente o Nrityagram conta também com uma sala de exposições e um centro de fisioterapia, e além de receber e hospedar bailarinos residentes o Nrityagram também envia professores para ensinar em aldeias e nas cidades, uma vez que a escola se encontre realmente distante dos centros urbanos
.
Para qualquer bailarino, estudar em Nrityagram é viver e realizar um sonho, é ter a dança e a natureza como amigos íntimos. Esse sonho é possível graças ao esforço de indivíduos que dedicam sua vida à arte e que merecem não apenas o aplauso nos palcos mas todo o apoio possível.


Baseado no texto de Leela Venkataraman
ÍNDIA PERSPECTIVAS vol 24 2010

A todos que acompanharam minhas postagens ao longo desse ano para esse blog, e mesmo para aqueles que chegaram agora por aqui, deixo o meu muito obrigado e votos de boas festas e um próspero ano novo.

Namaskar



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...